A ENAMAR

A ENAMAR – Escola de Náutica e Marinharia de Guaratuba é uma associação civil, de direito privado, de caráter sócio – cultural – educativo e desportivo, sem fins lucrativos e econômicos, cuja finalidade principal é promover a inclusão de crianças e adolescentes, e é a patrocinadora do Projeto Guará Náutico. 

O Projeto promove a prática da atividade náutica e de marinharia, através das modalidades esportivas da vela, canoagem e marinharia. Os alunos também recebem informações sobre meio ambiente, oficinas de orientação profissional voltadas para o segmento náutico, comercial e de turismo, viagens culturais e esportivas.

As atividades do Projeto Guará Náutico são gratuitas para alunos até 17 anos.

 


PROJETO GUARÁ NÁUTICO

Projeto Guará Náutico objetiva desenvolver a prática da atividade náutica através do ensino das modalidades esportivas da vela e da canoagem. Como atividade náutica complementar, são oferecidas noções básicas de marinharia. Dessa forma há de se promover:

  • A difusão da cultura náutica.
  • Formação básica da prática marinheira.
  • Proporcionar, além da inclusão social, a melhora da coordenação motora, sociabilização, compreensão do trabalho em equipe, fortalecimento da autoestima e autoconfiança, e a noção de pertencimento.
  • Promover a interação da escola de náutica e seus mecanismos, com a população residente, população flutuante (turistas) e entidades educacionais que atuam no litoral paranaense.

PUBLICO ALVO

É prioridade do Projeto atender ao segmento da população que, em princípio, tem maior dificuldade de acesso às oportunidades de praticar esportes náuticos, especialmente a vela e a canoagem.

Os Projetos da ENAMAR são abertos e gratuitos a todos os jovens da rede de ensino de Guaratuba, pública e privada, que nela estejam regularmente matriculados e encontrem-se na faixa etária requerida.

Os segmentos, que o Projeto contempla são:

  • Adolescentes de ambos os sexos na faixa etária de 09 a 17 anos, com ênfase na pratica da vela, da canoagem esportiva e noções básicas de marinharia.
  • Alunos de escolas especiais, APAE e APDVG.
  • Crianças e jovens abrigados em entidades em risco de vulnerabilidade social.